Sonhador e persistente, mineiro Flávio Santos transformou sua paixão por contar histórias em um negócio lucrativo

Lifestyle

Nascido no interior de Minas Gerais, e vindo de uma família de empreendedores e comunicadores natos, o empresário seguiu por uma jornada de descobertas na comunicação, que o levou a ocupar a posição de CEO de uma das mais renomadas agências de marketing de influência do país

Foi consumindo notícias, acompanhando os grandes eventos sociais e inspirado pela trajetória familiar, que o mineiro Flávio Santos entendeu que a comunicação era o caminho que construiria sua trajetória pessoal e profissional. Diante de sua paixão, ou melhor, vocação, por ouvir e contar boas histórias, o publicitário de 36 anos, natural da cidade de Esmeraldas, em Minas Gerais, persistiu no desejo de se tornar um grande comunicador. Hoje, por meio de muita determinação, Flávio ocupa a posição de CEO da MField, uma das principais agências focadas em marketing de influência do país, empresa na qual, junto a mais três sócios, contribuiu na fundação.

Mesmo antes de sua entrada na faculdade, a comunicação sempre esteve presente em seu cotidiano, principalmente por conta da influência natural de toda a família. Desde muito nova, sua mãe já atuava como professora, profissão que ocupa até hoje, e que abraçou sem nenhuma formação acadêmica, a tendo apenas pelo gosto em se comunicar, contribuindo na educação de crianças e até mesmo alunos de universidades. Já seu avô, alugava carros de taxistas da cidade para poder trabalhar meio período com corridas, e entre uma viagem e outra sempre ouvia uma nova história, razão para trabalhar horas e horas pelas ruas de Belo Horizonte.

E a influência se complementa com seu pai, que há dois anos se formou em Administração de Empresas, aos 70 anos. Quando adolescente, o desejo de empreender era tão forte, que ele enchia caixas com mexericas, e as vendia por centavos pelas ruas de Esmeraldas, fortalecendo a sua relação com os vizinhos e a veia empreendedora da família. Além disso, um de seus tios era colunista social, deixando esse contato com veículos de comunicação com matérias com celebridades e campanhas publicitárias mais próximas. Também sendo o responsável por transformar as jovens da cidade em Misses, sendo a irmã de Flávio uma delas, chegando inclusive, a participar de uma edição do Miss Brasil em 1999.

Formado em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH), e com pós-graduação em Marketing Digital pela PUC Minas, o empresário descreve que a virada de chave para a escolha de sua formação foi uma ação publicitária da Nestlé veiculada em 2003, e que uniu os dois maiores nomes da televisão brasileira na época: Gugu Liberato e Fausto Silva. “Ver os dois maiores concorrentes da TV dividindo tela em prol do mesmo objetivo, foi uma experiência que nunca irei esquecer, e foi por meio dessa propaganda que eu disse: são histórias como essa que eu quero construir”, destaca Santos, que inicialmente, acreditava que para entrar no mercado da comunicação, o caminho poderia ser estar em frente às câmeras.

Ainda em Minas Gerais, Santos atuou na área de marketing de uma companhia energética por um ano, porém, a rotina casual não o permitia criar projetos, o que o fez ir em busca de novas oportunidades. Insistindo em continuar nos setores de marketing, onde começou a se encontrar após a formação, o mineiro atuou em duas das maiores agências de comunicação do estado. Sua paixão por conectar pessoas e marcas por meio de boas histórias, o permitiu se tornar CMO da última agência na qual atuou, ocupando posteriormente a posição de sócio, cargo que mantém até hoje, porém sem uma participação ativa nas operações diárias. “Eu sempre tive um olhar cuidadoso onde atuei, sempre sugerindo o desenvolvimento de novas operações que trouxessem um olhar diferente, inovador e criativo para os serviços que oferecíamos”, conta.

No percurso até alcançar o auge profissional, o executivo encontrou uma maneira de usar suas redes sociais pessoais a favor de maior crescimento dessas relações. “Eu sonhava em ir para alguns Camarotes durante o Carnaval, porém o único caminho para que isso acontecesse, em certos casos, era por meio de convites. Com isso, eu passei a registrar usuários criativos no Instagram, que davam maior visibilidade às festas que os seus oficiais, chamando a atenção de seus idealizadores. E por meio desse contato para a negociação de troca de nomes destacando que a página não era a oficial, uma grande amizade surgia”, conta.

Mesmo feliz diante da ocupação profissional que possuía, Flávio sempre almejou expandir ainda mais sua criatividade, e principalmente a rede de relacionamento com personalidades e grandes nomes do mercado. A inquietude, então, o motivou a conhecer um dos executivos que futuramente se tornaria um de seus atuais sócios de negócios na MField.

Durante uma vinda à São Paulo para uma feira corporativa, o publicitário, que representava a agência na qual era sócio, reconheceu um dos visitantes que passaram por seu stand. “Eu já seguia um dos meus sócios sem antes mesmo pensar em fundar uma empresa. Eu o acompanhava pela sua relação com jogadores de futebol, e acreditava ser esse o caminho para amplificar minha relação com as celebridades”, destaca. Inicialmente, Gustavo Almeida, Gabriel Lima e Victor Godoy, que formam a diretoria da MField junto à Santos, possuíam uma ideia pautada na venda de experiências com celebridades, e após um papo com Flávio, para uma consultoria visando tirar o projeto do papel, uma nova operação nasceu: uma agência com foco em marketing digital e de influência.

A MField traz um modelo diferente de atuação, pautado na construção de narrativas criativas, permitindo que os empresários acessem qualquer nome do mercado para campanhas e ações. E tendo o mercado da influência um grande impulso durante a pandemia, a MField registrou entre 2020 e 2021 um aumento de cerca de 400% em seus negócios, representados pela produção de cerca de 250 campanhas apenas em 2021.

Fora do ambiente corporativo, Flávio, que se mudou para São Paulo em 2018, diante da necessidade de criar uma rotina pessoal atrelada aos afazeres com a agência, gosta de estar ligado a tendências de moda, frequentar centros culturais e espaços ao ar livre. Dentre os projetos futuros, o empresário se encontra no processo de finalização de seu primeiro livro, focado em conteúdo e influenciadores, contendo também histórias pessoais sobre sua relação com a publicidade. Além disso, a obra servirá como uma inspiração para os jovens que sonham em mudar de vida, mostrando que a persistência, a coragem e o foco são agentes transformadores de qualquer narrativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.