TRANSLÚCIDO É A MAIS NOVA COLEÇÃO DE VERONICA EINLOFT

Característico de sua linguagem, obras trazem formas geométricas numa exaltação aos ciclos do universo

Característico de sua linguagem, obras trazem formas geométricas numa exaltação aos ciclos do universo

Translúcido pontua a segunda coleção de um acervo artístico sólido e apresenta 25 obras, da artista Veronica Einlotf. Produzida com diferentes e diversos elementos como pedras, espelhos, vidros, incensos, metais, flores, entre outros, a coleção é um chamado da artista para o futuro, ao mesmo tempo que clama e conduz o espectador para olhar seu interior. Em um diálogo silencioso, a simbologia de suas criações remete ao intangível nascer do sol, da lua, dos anéis de saturno. Obras cujas formas subliminarmente emitem mensagens de outros tempos, outros mundos que não necessariamente o nosso.

A natureza e o universo tão reais, mas ainda tão desconhecidos, são palco inspirador para a artista cuja sensibilidade foi ainda mais intensificada durante o maior período de introspecção ao qual foi submetida: o ano de 2020. Desse ócio criativo nasceu a coleção e trouxe para Veronica um novo questionamento: “como estamos nos reconstruindo?” Para ela não há dúvidas que a única forma de alcançar uma conexão regeneradora entre todos, é por meio da natureza, que nos permite contemplar a nós mesmos a partir de nossas ações. As escolhas que se perpetuam em Translúcido vieram de uma conexão interior pautada na esperança, mas também a partir da sua observação na natureza, até mesmo a matéria orgânica seca, presente em flor. Viva, mesmo após sua morte.

Divididas em três linhas, cada obra dessa coleção é um convite a escutar o íntimo: “é difícil ouvir a natureza quando estamos tão ocupados em manter as comodidades que construímos. Mas o chão está cedendo abaixo de nossos pés, e é hora de encarar nossos sonhos fictícios. Estamos todos olhando para dentro e a arte é uma forma de nos conhecermos. Ganhamos mais tempo para olhar para isso, e nos colocamos mais à disposição dos nossos sentimentos”, declara a artista.

Novos materiais, escalas e processos diminuíram fisicamente o tamanho de suas peças, e ampliaram profundamente sua mensagem. O vidro, o espelho, a palha trançada, abrem espaço para um olhar curioso que quer ver através. Em Amuletos, as obras contemplam sua já conhecida linha de esculturas de parede, nesta coleção, agora com elementos naturais que nos permitem interagir com as obras através do reflexo no espelho, com um arranjo de flor ou com a energia de uma pedra.

Rituais apresenta obras de pequena escala que representam templos, espaços íntimos de concentração energética. Criados com pedras, mini-esculturas, incensos e materiais orgânicos, são obras com as quais a interação humana é essencial para criar história. “Eu olho para a questão do aceleramento do consumo e da tecnologia: tudo está dado o tempo todo. O mistério já não tem lugar. Gosto de pensar que cada escultura minha é um horizonte a ser descoberto. Interpretações que emanam das peças ao longo da convivência com ela.”

Já Égide representa tudo aquilo que protege ou ampara. É inspirada pela ideia de unir forças entre o homem e a natureza. Uma linha minimalista de esculturas de parede com arranjos de flores. É intrínseca a importância do homem no reino da natureza mostrando as complexas interações entre ambos, exibindo as lutas por poder, equilíbrio e perpetuação. “Precisamos parar e pensar como, em vez de destruir ainda mais a natureza, poderíamos combinar nosso poder e a incrível força da natureza para ajudá-la a se regenerar ainda mais rápido”, finaliza.

VERONICA EINLOFT

@veronica_einloft

Veronica Einloft, 38 anos, é brasileira e mora em Londres, cidade que a conectou consigo mesma e expandiu seu repertório e conhecimentos artísticos. Construiu sua trajetória com base na sua paixão pelo processo, pela matéria e pelo objeto. Formada em Design de Interiores pela Universidade de Artes de Londres e pela Escola Panamericana de Artes, em São Paulo, já teve seu trabalho exposto no Consulado Brasileiro em Los Angeles, Casa Cor SP, Casa Cor ES, Leilão Beneficente ARCAH e Ornare, Leilão Beneficente Américas Amigas e Ornare, em NY, Parque Burle Marx, dentre outras. A artista ainda possui uma obra pública doada para a Prefeitura da Cidade de São Paulo, situada na Av. Brasil x Al. Gabriel Monteiro da Silva, reconhecida como Patrimônio Público e Cultura da Cidade de São Paulo.

Após chegar em Londres, Verônica manteve o ritmo e realizou exposições na cidade. Em maio de 2019, participou da Clerkenwell Design Week, o principal evento de design independente da Inglaterra. E, em setembro de 2019, participou da 100% Design, do London Design Festival, evento voltado para o mercado de design e visitado por compradores e formadores de opinião. Sua experiência internacional é marcada pela contratação por nove meses pela Maxim World, empresa britânica voltada para o design de objetos para hotéis 5 estrelas e liderou o time de design, sendo responsável por trazer as tendências de matérias, cores e estilo para a empresa.

DESCRIÇÕES

AMULETOS DE PAREDE

Amuleto Ella Green

Material: Latão, vidro verde texturizado, vidro folheado a ouro, mármore exótico Ella Green

Dimensões: 80 x 60 x 15 cm

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Amuleto-Ella-Green.jpeg

RITUAIS DE MESA

Ritual Turmalina Negra

Material: suporte de pedra e de incenso em latão, turmalina negra, incenso de capim santo, cerâmica branca e tillandsia

Dimensões: 23cm L x 11 cm P

ÉGIDE

Égide 2

Material: Latão e protéa

Dimensões: 65 cm

Disponível em aço inox e em ferro com pintura eletrostática preta

Serviço

Exibição Translúcido

De 19 de abril a 19 de junho de 2021

Studio e Ateliê

Rua Ribeiro da Vale, 349

Brooklin/São Paulo – SP

Visitas previamente agendadas via WhastsApp (+44 0736646 4004)

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.