O PODER DAS CÁPSULAS

Conversamos com o médico Bergson Beserra para conhecer mais sobre os nutricosméticos, que prometem trazer (e trazem) mais saúde e beleza ao organismo através de cápsulas.

Entre muitos compromissos pessoais e profissionais, um muito importante acaba sendo esquecido: O cuidado com a saúde. Felizmente, a medicina nos traz aliados fortes e práticos para cuidarmos de nós mesmos em meio a tanta correria, e os nutricosméticos, também chamado de nutracêuticos, fazem parte dessa lista. O Dr. Bergson Beserra prescreve os nutricosméticos para seus pacientes desde que começou seus atendimentos em clínica.

 

 

 

 

“Embora a grande maioria seja em forma de cápsulas, eles também podem vir em formatos de papel filme que dissolvem na boca, como goma de mascar ou até sachês, quando a quantidade de componentes não cabe em cápsulas”, explica. 

 

 

 

As indicações são variadas, segundo o especialista, e individualizadas.

“É fundamental que o paciente procure um médico para a prescrição dos nutracêuticos, para que ele tenha a ingestão adequada de vitaminas, e a atuação dos componentes muda em cada pessoa”.

Seu efeito anti-oxidante reduz a formação de radicais livres no organismo e, assim, o nutricosmético pode prevenir e tratar processos de envelhecimento da pele ou danos causados pelo sol. Além disso, há colágeno, fotoprotetores orais, medicações para controle da acne e outros que podem ainda garantir mais hidratação à pele, resultado, às vezes, difícil de ser conquistado apenas com cremes tópicos.

 

De acordo com o médico, as maiores queixas entre os pacientes são de unhas fracas e queda de cabelos; nesses casos, a biotina é um grande aliado. “O Silício (ácido ortossílico) também é outro aliado, que promove uma renovação celular dos fios e das unhas, além de induzir a formação do colágeno, e melhorar o sistema imunológico.”, afirma. “Outro componente que está muito em voga é o Luteina, que protege da luz azul, tão prejudicial, proveniente das telas de computador e celulares e das lâmpadas florescentes”. 

Praticamente não existem contraindicações, não existe idade mínima para a utilização dos nutricosméticos, e o período de tratamento é variável. “Em alguns casos, os componentes já começam a ter efeitos nas primeiras 24 horas, mas existem outros que são necessários seis meses para que os objetivos sejam alcançados com sucesso”, ressalta Dr. Bergson. Cuidar da saúde dessa forma fica muito mais prático, não é verdade? 

SERVIÇO 

Dr. Bergson Beserra 

Clínica Luxe Skin 

@luxeskinfor 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.