IX Gincana Ceará Cultural destaca a luta do povo negro e o sucesso de brasileiros mundo afora

Sem categoria

Entre os dias 29 e 31 de julho, a Gincana debaterá vários temas, com destaque para a cultura negra e histórias de brasileiros consagrados mundo afora. Com premiação total de mais de R$ 7 mil, a programação do evento conta com shows, performances, além de provas de competição

A Gincana Ceará Cultural, projeto que reúne dança, teatro, música, performances, além de provas esportivas e de conhecimentos gerais, numa grande maratona de competições, está de volta ao calendário de eventos do município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza. A ação cultural chega a sua 9ª edição e acontecerá de 29 a 31 de julho, em diversos polos da cidade, movimentando as férias do meio do ano. A organização da Gincana preparou uma programação dinâmica com vários acontecimentos ao longo do mês de julho, envolvendo oficinas e webinário.

Desde 2013, a Gincana mobiliza jovens estudantes, profissionais, produtores culturais, moradores e turistas, por meio de desafios que têm por base temas relacionados à arte, à cultura e à história local e geral. A competição busca estimular a participação da sociedade de forma a despertar a cidadania e valores humanitários. “É um momento rico de vivências em que gincaneiros e público são desafiados a pesquisar histórias e enredos, experimentar, ensaiar, produzir e apresentar números artísticos, estruturar desfiles e carros alegóricos, identificar e capturar objetos, envolver instituições, paisagens, pessoas e lugares relacionados ao patrimônio cultural e natural da cidade”, comentou Mônica Lima, coordenadora geral da Gincana.

Tarefas e provas
O momento mais esperado da Gincana é o tradicional Baile Cultural – também conhecido como a “Tarefa Musical” e principal prova da disputa, que acontece na sexta-feira (29 de julho). De forma democrática e com perspectiva de extrair o máximo da criatividade, os participantes da IX Gincana Ceará Cultural possuem total liberdade na elaboração do show de apresentação das equipes. Deste modo, os grupos criam um musical relatando histórias, acontecimentos e ou personagens dentro do tema “O Brasil Preto que Canta por Socorro”. O Baile acontecerá às 19h, no Ginásio Waldemar Alcântara, que fica no Centro de São Gonçalo.

O tema deste ano propõe questionamentos sobre os 300 anos de escravidão no Brasil, mesmo após a “abolição dos povos escravizados”, devido à assinatura da Lei Áurea. O que pode ser observado, ao longo da história, com o processo de eugenia (embranquecimento da população) promovido em terras brazilis, quando a população preta foi abandonada e jogada à própria sorte, enquanto se concediam incentivos a europeus, sobretudo italianos, que demonstrassem interesse em viver no Brasil.

No sábado (30 de julho), a cidade acorda com a movimentação da prova do Cortejo, que este ano apresenta como tema “Sucesso Brasil afora”. Para o cumprimento desta tarefa, as equipes precisam elaborar um desfile temático, trazendo para a avenida algumas alas representando celebridades brasileiras que ganharam projeção internacional na música, no cinema e no esporte. Durante o cortejo, os jurados avaliam aspectos técnicos e a desenvoltura de cada grupo. O trajeto do desfile acontece a partir das 08h, na Rua Coronel Neco Martins, com início em frente à rodoviária e finalizando na Praça da Matriz.

Outra tarefa importante e que vale muitos pontos é a “Eu Vou te Amar”, que consiste na produção de um clipe musical de 3 a 4 minutos, baseado na música “Idiota” do cantor Jão. A prova exigirá muita pesquisa dos participantes tendo em vista que o clipe passeia por referências de casais memoráveis no entretenimento mundial e brasileiro, tais como: “Homem Aranha”, “Dona Flor e Seus Dois Maridos”, Ayrton Senna e Xuxa, “Brokeback Mountain”, “10 Coisas Que Eu Odeio em Você” e até “Titanic”.

Ainda no clima das provas, os participantes deverão produzir uma websérie de três vídeos de 02 a 05 minutos cada, para homenagear as mulheres de São Gonçalo. “Mulheres de Energia” é uma tarefa para dar visibilidade àquelas que trazem energia durante a gincana e são peças fundamentais para as equipes, podendo estar inscritas ou não na competição. Os vídeos devem abordar a história e como contribuem com as equipes durante a gincana.

Programa Ecoenel
Esta prova faz parte do trabalho de conscientização sobre sustentabilidade e reciclagem, além de uma apresentação do Programa Ecoenel em São Gonçalo do Amarante – CE as equipes estarão conscientizando a população e recolhendo os resíduos recicláveis, elas deverão coletar, no mínimo, 250 kg de resíduos recicláveis e entregá-los separados por tipo (papel, plástico, metal e vidro).

O encerramento do evento ocorrerá no domingo (31 de julho) e contará com a apresentação da Cia Cordapes, shows de bandas locais e a entrega da premiação com o resultado da equipe campeã da IX Gincana.

Oficinas e Webnário

Na edição de 2022, a Gincana conta com programação formativa, mas que também valem como provas, envolvendo oficinas de teatro e de dança. As oficinas foram realizadas nos dias 02 e 03 de julho, respectivamente, em dois horários, às 09h30 e às 14h, no Centro Educacional SESC Ler, localizado à rua Filomena Martins, 894-906 – Centro.

Kelva Cristina, fonoaudióloga, especialista em Arte e Educação, além de atriz, diretora e professora de teatro, conduziu esse momento de aprendizagem sobre teatro e as diversas nuances das artes cênicas.

Já a oficina de dança foi ministrada pela dançarina, coreógrafa e artesã da Companhia de Ritmos e Danças Populares (CORDAPES), Pâmela Rocha, que iniciou no mundo da dança aos 07 anos e hoje desenvolve trabalho voluntário no bairro Conjunto Palmeiras, em Fortaleza. Pâmela atua no carnaval de rua de Fortaleza, como rainha de bateria, maquiadora artística e brincante ativa em várias agremiações, sempre participa de festivais, fóruns e debates para o fortalecimento da nossa identidade cultural, dentro e fora do nosso estado. O nosso outro colaborador é o dançarino da Companhia de Ritmos e Danças Populares – CORDAPES, Edgleison Rodrigues, formado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), que atua no mundo da dança desde a infância, já viajou para diversos festivais do Ceará e do Brasil, apresentando os variados ritmos e danças brasileiras.

As novidades não pararam por aí. No dia 10 de julho, foi realizado o Webnário “Acessibilidade e Arte como Inclusão Social”. Para discorrer sobre as implicações do capacitismo e dos preconceitos enfrentados pelas pessoas com deficiência foram convidados João Paulo Lima, artista-performer- educador e escritor e Vitória Sâmea, mulher negra, pessoa com deficiência, tradutora/intérprete de libras formada pela instituição Eeep Joaquim Nogueira com estágio na secretaria de acessibilidade da universidade federal do Ceará. Atualmente integrante do programa de acessibilidade da escola de cultura e artes do centro cultural Bom Jardim (ccbj).

Lima é doutorando em Dança (UFBA). Mestre em Literatura Comparada. Técnico em dança contemporânea e assessor de acessibilidade. Desenvolve suas pesquisas sobre corporeidades diversas. Dirigiu espetáculos como Kahlos, De las entrañas, Corpo Intruso. Elaborou solos em dança e vídeo – performance: Devotees e Cova. Formou parte do Núcleo de Estudos em Performance Arte. É ativista dos direitos das pessoas com deficiência.

O momento é aberto à comunidade e pode ser conferido no canal do Youtube Gincana Ceará Cultural.

Participação e premiação

Este ano, a Gincana conta com a participação de 03 equipes compostas por aproximadamente 150 integrantes, cada. Totalizando 2.000 participantes, entre gincaneiros e espectadores, ultrapassando o sucesso da edição anterior.

A Gincana oferece R$ 7.700,00 como premiação total aos vencedores, sendo R$ 4.000,00 (primeira colocada); R$ 2.000,00 (segunda colocada); R$ 1.500,00 (terceira colocada); e R$ 200,00 (Rainha – 1º lugar).

A IX Gincana Ceará Cultural é uma realização da Associação CORDAPES, MABQ Entretenimento e WM Cultural. O projeto conta com a parceria da Enel, do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Cultura, e com o apoio da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante.

Serviço:
Site: http://gincanace.com.br
Instagram: @gincanacearacultural
Facebook: Gincana Ceará Cultural
Crédito das Fotos: Divulgação Gincana.

Sugestões de entrevista: William Mendonça (Coordenação Geral), Mônica Lima (Direção de Produção) ou Enio Marques (Direção de Artística).

Serviço:
IX Gincana Ceará Cultural
Local: São Gonçalo do Amarante-CE
Endereço: Praça da Matriz.
Datas e horários: 29 a 31 de julho de 2022 (sexta-feira, às 19h; sábado, a partir das 08h, e domingo, às 19h, Show Artístico e resultado da Gincana.
Classificação indicativa: Livre.
Outras informações: (85) 99618-6417 | 987150152.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.