A pandemia e o mercado de turismo

Como os gigantes das hotelaria no Brasil lidaram com as mudanças necessárias e o novo comportamento de hóspedes do mundo inteiro. Por Lara Rovere e Larissa Barreto

O ano mal começou e a realidade do fim da pandemia do corona vírus parece cada vez mais próxima com a chegada e distribuição das vacinas em prol da imunização da população. Mas, em 2020, o período de quarentena fez com que o mercado de turismo e hotelaria sofresse grandes impactos com a mudança de comportamento da sociedade. Conversamos com dois gigantes do mercado hoteleiro do país sobre tudo que foi vivido no ano passado e as expectativas para esse ano de 2021. Confira, abaixo, a entrevista com a equipe do Palácio Tangará, tradicional hotel de luxo de São Paulo, que não só se readaptou aos costumes de seus clientes mas também buscou inovar em meio de um período cheios de desafios. Em seguida, um bate-papo com a Rede de Hotéis Carmel, que domina a região das belas praias do Nordeste, proporcionando experiências únicas em seu serviço de hospedagem.

 

 

 

PALÁCIO TANGARÁ – O setor hoteleiro e a pandemia: O que mudou e o que virá em 2021

INVOGA – Desde 2017, vocês vêm proporcionando uma experiencia de hospedagem única e luxuosa na cidade de São Paulo, com estrutura, gastronomia e muito mais. O que mudou com a reabertura após pandemia não só nos serviços oferecidos ao cliente mas na visão empreendedora do Hotel?

 

PT – Desde 2017, nos consolidamos como um Oásis Urbano em São Paulo aliando bem-estar, gastronomia de altíssima qualidade, serviço impecável e uma construção exuberante. O Palácio Tangará é, hoje, um estilo de vida. A experiência dos nossos Hóspedes e Clientes é o foco. A pandemia trouxe luz à necessidade de entendermos cada vez melhor quais são os anseios do nosso público: eles passam mais tempo dentro do Hotel, consomem os nossos serviços, vêm com a família mesmo durante a semana e acima de tudo: está preocupado com a segurança, a higienização e protocolos sanitários que já eram rigorosos e agora estão validados pela consultoria do Hospital Albert Einstein.

INVOGA – Quais as mudanças e exigências observadas no comportamento do consumidor, no caso, hóspede com a pandemia?

PT – O consumidor se mostrou satisfeito com a reabertura do hotel com novidades, especialmente a abertura do “Pateo do Palácio”, nosso restaurante ao ar livre, com projeto de paisagismo novo, jabuticabeiras, lounges. É um ambiente seguro, aconchegante, com novidades no cardápio, além de programação musical excelente de quinta a domingo. A preocupação com a segurança é evidente e ficamos felizes em poder proporcionar espaços abertos, com serviço, inclusive tratamentos de SPA ao ar livre.

 

INVOGA – O impacto ocasionado pela pandemia no mercado de turismo e logo, de hotelaria, foi um dos maiores do mundo. De qual forma o setor administrativo lidou com o gerenciamento de crise neste período?

PT – Manter a agilidade na tomada de decisões, sempre tendo em vista os anseios dos nossos Hóspedes e Clientes, assim como a segurança e bem-estar desses e dos Colaboradores foi fundamental para o êxito atual. Essas características são a base do nosso posicionamento estratégico de curto e médio prazo, tendo sempre como foco a excelência na prestação de serviço, a inovação de produtos dentro do “novo normal” e acima de tudo, flexibilidade e adaptação à novas demandas.

 

INVOGA – Vocês acreditam em alguma mudança irreversível na forma de proporcionar a experiencia de hospedagem no controverso ‘novo normal’?

PT – A quarentena forçada evidenciou, por exemplo, a eficácia do estilo de trabalho “home office”, assim como reuniões virtuais, desmistificando a eventual baixa produtividade atribuída a essas formas de trabalhar. Acredito que essa é uma tendência que veio para ficar, e que impactará de certa forma, a demanda por viagens corporativas.

 

INVOGA – A contratação da consultoria do melhor hospital da américa latina, o Albert Einstein, faz parte desse novo momento de readaptação do hotel. Quais outras novas medidas foram tomadas para 2021?

PT – O Palácio Tangará contratou a consultoria do Hospital Israelita Albert Einstein, o melhor da América do Sul, que validou protocolos de segurança, em conjunto com a liderança operacional do Hotel, visando, assim, a segurança e conforto dos Hóspedes, Parceiros e colaboradores. Também abriu um novo restaurante, o “Pateo do Palácio”, 100% ao ar livre, com paisagismo de Roberto Riscala e projeto de Patrícia Anastassiadis, novo menu, concebido em parceria entre o Chef Executivo Felipe Rodrigues e o renomado mundialmente, Jean-George’s Vongerichten. Novos formatos para eventos foram criados, como os eventos híbridos, e seguem em constante atualização, em linha com a demanda do mercado e de nossos Clientes. Também realizamos a revisão e conservação de todo o empreendimento, realizando, também, eventuais adaptações visando o momento da reabertura. O treinamento de 100% da Equipe, focando em procedimentos preventivos de higienização e sanitização não apenas no Hotel mas também em suas casas; além de reforçar ainda mais a ideia de hospitalidade, personalização e encantamento do serviço. Foi fundamental, também, a preservação do maior número possível de Colaboradores, para mantermos a qualidade no momento da retomada

 

 CARMEL – O setor hoteleiro e a pandemia: O que mudou e o que virá em 2021

INVOGA – Como foi administrado o gerenciamento de crise durante o período de pandemia nos hotéis da rede Carmel?

 

CARMEL > Fomos cautelosos e pensamos primeiramente na nossa equipe, como seria com todos, como faríamos tudo da melhor forma. Além de, também, ajudar os nossos destinos, afinal eles também foram muito afetados na época da paralização geral.

 

INVOGA – Localizados nas praias cearenses, foco de turistas não somente do Brasil, mas do mundo: quais mudanças vocês observam no comportamento dos turistas como hospedes após a pandemia? A experiência da hospedagem vai mudar cada vez mais?

 

CARMEL > Quanto à procura da privacidade, de lugares tranquilos e que entregam experiência. Percebemos que os nossos clientes estão saudosos de viajar, de viver dias na praia.

As pessoas vêm para desconectar, relaxar e procuram fazer experiências que realmente proporcionam boas sensações. Percebemos que os momentos são cada vez mais valorizados como ‘únicos’ pra eles.

INVOGA – Quais as perspectivas para o futuro do mercado e como vocês estão se preparando para o polêmico ‘novo normal’? Acreditam em mudanças positivas para o setor hoteleiro?

 

CARMEL > Nos preparamos seguindo todos os protocolos de segurança e procurando ao máximo acolher e gerar boas experiências para os nossos hóspedes! Acreditamos que passamos por mudanças afinal, tudo mudou: as relações, os formatos de viagem e de viver os momentos mas encaramos isso como uma mudança positiva para nós! Todos estão dando ainda mais atenção a estes momentos.

 

INVOGA – O Turismo foi um dos setores mais afetados neste ano, mas também, é previsto por especialistas um retorno positivo de demanda em 2022, com a chegada da vacina contra o vírus. Quais os planos estratégicos para vocês, tendo em vista a influência que outros setores têm no mercado hoteleiro?

 

CARMEL> O turismo foi muito afetado sim porém, nesse retorno, hotéis como o nosso foram os mais procurados. Afinal, nossa proposta é privacidade e tranquilidade. Temos poucos apartamentos, então isso ajuda muito! Nosso plano é mostrar ainda mais as belezas que temos em nosso país e em nosso hotel como destino.

 

INVOGA – Se hospedar em meio à natureza e às inigualáveis praias propícias aos esportes marítimos é um dos grandes diferenciais da rede de hotéis Carmel. Quais seriam as outras características que somente vocês têm a oferecer para os turistas que os destaca nesse mercado?

 

CARMEL > Com certeza, nossas experiências! Criamos vários momentos para os nossos hospedes se conectarem com a sua melhor versão, além de conhecer a cultura local, como nosso pescado rústico, o spa da Caudalie, o picnic de puro charme e muito mais. Para nós, o hospede precisa se conectar conosco por meio da experiência e cultura, sendo assim, um grande diferencial.

Créditos Fotos: Divulgação

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.